This is Photoshop's version of Lorem Ipsn gravida nibh vel velit auctor aliquet.Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci. Proin gravida nibh vel veliau ctor aliquenean.
+01145928421
mymail@gmail.com

outubro 2019

Diretor de arte por formação, o publicitário Erh Ray foi  distinguido na noite desta sexta-feira (23) com o prêmio Ícone da Propaganda Brasileira. A homenagem aconteceu na abertura da 10ª edição do Fórum de Marketing Empresarial, que o une o Lide (Grupo de Líderes Empresariais) e a Editora Referência, que edita o jornal PROPMARK. Cerca de 300 profissionais de marketing e propaganda estão presentes no evento que tem encerramento marcado para este domingo (25) no Hotel Sofitel Jequitimar, Guarujá, região litorânea de São Paulo. “O sucesso dessa indústria depende de talentos”, disse Ray fazendo referência a nomes como Fábio Fernandes, Marcello Serpa e Nizan Guanaes. “A roda gira com talento”, acrescentou o CEO da BETC /Havas no mercado brasileiro. O tema central do Fórum este ano é o “Marketing Humano das Marcas”. Ray concedeu a seguinte entrevista ao PROPMARK O valor humano das marcas

O bloqueio criativo é algo que atormenta profissionais das mais diversas profissões, do designer ao publicitário, do arquiteto ao músico. É evidente que as áreas criativas são mais afetadas por isso, mas eu vou lançar uma hipótese neste artigo: bloqueio criativo não existe. Nesta hipótese, existem três fatores principais que corroboram para o que chamamos de “bloqueio criativo”. E como esses fatores podem ser identificados, podemos trabalhar em cima deles. O que o senso comum normalmente chama de bloqueio criativo pode ser explicado por três circunstâncias principais: déficit na definição do objetivo, falta de pesquisa e fadiga mental. E são esses fatores que eu explicarei nos próximos tópicos, preenchendo com dicas para vencer o tal “bloqueio criativo”. 1- Definição do objetivo Desenhe um cachorro pra mim. Isso, pega um papel e caneta e desenha um cachorro pra mim. Você concorda comigo que essa demanda não é nada específica? Existem cerca de 400

A Adidas Originals está lançando a campanha “Now Is Her Time”, que aborda o empoderamento feminino ao redor do mundo em uma série fotográfica que busca representar diversas vozes femininas. Porém, a campanha divulga a mais nova collab entre a marca e Pharrell Williams. Em sua própria descrição, a campanha se diz “um convite para tomar uma atitude coerente sobre o século XXI”, e afirma que a ideia é usar a plataforma de Pharrell para amplificar as vozes de mulheres que defendem diferentes assuntos, sob diferentes perspectivas. Dentre as personagens em destaque estão ativistas e artistas que abordam temas focados em gênero, sexualidade, direitos e igualdade. Embora a Adidas tenha chamado a conceituada fotógrafa Collier Schorr para realizar o ensaio, convidar Pharrell para assinar a coleção não é exatamente o que se espera de um “Now Is Her Time”, afinal, quantas mulheres famosas poderiam estar no lugar do músico? Não